…

Técnicas de caixa preta: Análise de valor limítrofe

março 7, 2023

Nos dias atuais, os sistemas computadorizados estão presentes em todos os aspectos da nossa vida, inclusive em sistemas críticos que afetam a nossa saúde e bem estar. Com o uso massivo de sistemas computadorizados em todas as esferas da atividade humana, os problemas resultantes da falta de qualidade de software tendem a adquirir a cada dia maior importância. No entanto, considerando o tamanho e a complexidade dos sistemas desenvolvidos atualmente, podemos afirmar que é impossível executar testes exaustivos que garantam 100% de cobertura de todos os requisitos, linhas de código ou valores de entrada possíveis.

 

A adoção de técnicas de testes auxilia os analistas de testes a selecionar um subconjunto de casos de testes que garantam a maior cobertura possível. Ou seja, os casos de teste que exercitem a maior quantidade de linhas de código e garantam a maior cobertura possível através do menor esforço possível.

 

A técnica chamada Análise de Valor Limítrofe é um critério formal de refinamento que tem o objetivo de auxiliar a seleção e redução dos casos de testes que potencialmente podem revelar um erro em relação ao universo de casos de testes possíveis. A análise de valor limítrofe é complementar a outra técnica chamada Particionamento de Equivalência, no entanto, o enfoque principal são os valores que se encontram nos limites ou fronteiras das entradas de um sistema.

 

Esta abordagem baseia-se na observação de que a maior parte dos erros tende a ocorrer nos limites ou fronteiras do domínio de entrada, e não em seu interior. Adicionalmente, por meio da análise de valor limítrofe, também podemos particionar o domínio dos dados de saída de uma aplicação (resultado de um processamento, geração de relatórios, exportação de arquivos, etc).

 

Para ilustrar, consideremos um exemplo prático. Suponha que seja necessário criar casos de testes para validar o mecanismo de simulação de crédito imobiliário de uma instituição financeira. Neste exemplo, o usuário deverá preencher os dados da simulação num formulário e então executar a simulação. No entanto, existe um requisito que restringe a idade do proponente por meio do campo Data de Nascimento, como pode ser observado na figura abaixo:

Dessa forma, o domínio de entrada gerado através da análise de valor limítrofe são as fronteiras entre o valores 18 e 75 respectivamente, como pode ser visto na figura abaixo:

Dessa forma, com apenas 2 casos de testes seria possível realizar os testes para validar o mecanismo de simulação de crédito imobiliário proposto anteriormente, com um alto grau de confiança em relação à cobertura e à probabilidade de encontrar um erro nos valores fronteiriços. A experiência tem mostrado que a utilização da análise de valor limítrofe em conjunto com o particionamento de equivalência aumenta exponencialmente a probabilidade dos testes revelarem erros de um sistema.

 

Perdeu o último post? Clique aqui para ler

 

Time MeloQA

Posts relacionados